Quem sou eu

Minha foto

Nascido em 15/06/1964, sou um dinossauro me aventurando em um mundo essencialmente de jovens.
No entanto, sou um homem moderno, light, portanto insosso e incapaz de sintetizar essa enorme massa de informação a que tenho acesso. 

Viajante do Google Street View.

Já perdi o que nunca tive.
Tenho saudades de um tempo em que nunca vivi.
Tenho saudades de lugares onde nunca estive.

Estou praticamente certo de que eu não sou daqui, ou estou deslocado no tempo ou no espaço, ou em ambos os dois.

Rádio Absolute 80´s

Separador

domingo, março 11, 2007

Nivelados por baixo - Parte I.

Gerundismo, depois de tanto tempo, cá estou eu falando contra isso.

Mas já falaram tanto e além do mais, eu não poderia falar tão bem, porém...

Culturalmente falando, bom seria eu ser nivelado a níveis acima e não que trouxessem os de níveis superiores ao meu.

Lá pelos idos da década de 90, uma de minhas filhas me deu um cartão que ela fez em sala de aula.
Agradeci e disse: "Não é 'ti' amo que se escreve filha, e sim 'te' amo".
Então ela me disse: "O Zezé fala assim!".
Calei-me, não sou páreo para um cantor sertanejo.
Anos de silêncio depois, resolvi fazer outra tentativa, desta vez com outra filha e ouvi: "Pai, a minha professora disse que não precisamos falar e escrever certo, o importante é se comunicar, se fazer entender".

Não me meto mais, pensei.
Ledo engano, em 2005 recebi o seguinte e-mail:

"Prezado Sr.
Estamos enviando este e-mail para estar avisando o Sr. que o pedido que o Sr. esteve fazendo conosco já esta sendo enviado e deve estar sendo entregue dentro de 3 dias úteis.
O Sr. pode estar acompanhando o seu pedido...

Qualquer dúvida o Sr. pode estar entrando em contato..."

Eu já me indignava com o uso exagerado desse tal de gerúndio, e esse e-mail foi a gota d´agua, resolvi perguntar a uma professora de português se ela não achava que o uso exagerado do gerúndio era no mínimo deselegante, ele me respondeu que era moda, portanto, elegante.

E tome "I will be" no ouvido.

Você não se sente mal quando ouve alguém dizer: "Eu vou tá te..."?
Isso quando dizem "vou", porque na maioria das vezes é "vô".
Postar um comentário

Sonhos do AJ - Episódio 03

Sonhei que eu estava vindo não sei de onde e me  dirigia para a minha casa em um carro velho. Virei uma curva à esquerda, era descida. Não ...